TERÇO DA ALEGRIA DA PAIXÃO

João 16,20-22 “Em verdade, em verdade vos digo: haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria. 21.Quando a mulher está para dar à luz, sofre porque veio a sua hora. Mas, depois que deu à luz a criança, já não se lembra da aflição, por causa da alegria que sente de haver nascido um homem no mundo. 22.Assim também vós: sem dúvida, agora estais tristes, mas hei de ver-vos outra vez, e o vosso coração se alegrará e ninguém vos tirará a vossa alegria.”

Rezar na Cruz: Profissão de Fé

1 Pai nosso – 3 Ave Marias

1º MISTÉRIO: A alegria da Oferta
Texto Bíblico: “O Pai me ama, porque dou a minha vida para a retomar. 18.Ninguém a tira de mim, mas eu a dou de mim mesmo e tenho o poder de a dar, como tenho o poder de a reassumir. Tal é a ordem que recebi de meu Pai”. (João 10,17-18)

Meditação: Jesus entrega sua vida por amor, no Getsêmani, um jardim situado no monte das Oliveiras, o mesmo das Bem-aventuranças. O suor escorre pelo seu corpo santo, uma agonia mortal toma conta do seu sacratíssimo coração, ao mesmo tempo, em seu coração há uma certeza: “Não se faça, todavia, a minha vontade, mas sim a tua” (Lucas 22,42b)
Oração: Ajuda-me Senhor a sempre viver a alegria de ofertar a minha vida por amor, a alegria de realizar em minha vida a vossa divina vontade. Que nada em mim seja impedimento para essa realização. Amém.

Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16)

Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

2º MISTÉRIO: A alegria do Alívio
Texto Bíblico: “Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. 29.Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. 30.Porque meu jugo é suave e meu peso é leve”. (Mateus 11, 28-30)

Meditação: Jesus precisou de alívio, o Deus que sustenta o universo quis precisar de ajuda para carregar a Cruz. Quis a providência que para Jesus houvesse um Cireneu. Todos nós precisamos de um Cireneu em nossas vidas, também nós podemos ser “cireneus” na vida de tantas pessoas, ajudando-as a carregar a suas cruzes. (Lucas 23,26)
Oração: Senhor vem ser meu Cireneu, eu preciso de ajuda para carregar a minha cruz, preciso de alívio meu Senhor, ao mesmo tempo, ensina-me a ser Cireneu para tantas pessoas que precisam. Amém.

Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16)

Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

3º MISTÉRIO: A alegria da Cruz
Texto Bíblico: “E quando eu for levantado da terra, atrairei todos os homens a mim” (João 12,32), ou ainda “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem,* 15.para que todo homem que nele crer tenha a vida eterna”. (João 3, 14-15)

Meditação: Jesus amou profundamente a cruz, assumiu-a como instrumento de amor, como sinal de reconciliação entre a terra e o céu. A cruz é o sinal do amor divino, da sua misericórdia, da vitória dos mártires. Jesus não rejeitou a cruz, ao contrário, transformou-a de sinal de maldição em sinal de redenção.
Oração: Senhor Jesus, assim como o senhor amou a Cruz e assumiu-a como sinal de salvação para todo gênero humano, ensinai-nos a amar a nossa cruz, a não rejeitá-la, para que com ela possamos um dia conquistar a alegria da ressurreição. Amém.

Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16)

Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

4º MISTÉRIO: A alegria da Remissão
Texto Bíblico: “Um dos malfeitores, ali crucificados, blasfemava contra ele: “Se és o Cristo, salva-te a ti mesmo e salva-nos a nós!”. 40.Mas o outro o repreendeu: “Nem sequer temes a Deus, tu que sofres no mesmo suplício? 41.Para nós isto é justo: recebemos o que mereceram os nossos crimes, mas este não fez mal algum.” 42.E acrescentou: “Jesus, lembra-te de mim, quando tiveres entrado no teu Reino!”. 43.Jesus respondeu-lhe: “Em verdade te digo: hoje estarás comigo no paraíso”. (Lucas 23, 39-43)

Meditação: Existe um objetivo com a crucifixão e morte de Jesus. Ele quer salvar toda a humanidade, devolver a dignidade de filho por sua filiação. Jesus recebe com alegria o pedido do ladrão chamado Dimas e, diante do seu arrependimento, lhe garante a sua salvação, a entrada no paraíso.
Oração: Senhor Jesus concede-me a graça da alegria de ser salvo, de um profundo arrependimento das minhas maiores dificuldades. Que eu alcance na alegria da vossa paixão a alegria da salvação. Amém. 

Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16)

Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

5º MISTÉRIO: A alegria do Acolhimento
Texto Bíblico: “Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. 26.Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: “Mulher, eis aí teu filho”. 27.Depois disse ao discípulo: “Eis aí tua mãe”. E dessa hora em diante o discípulo a recebeu como sua mãe.” (João 19, 25-27)

Meditação: Aos pés da cruz percebemos o tríplice acolhimento que produz alegria: o acolhimento do Filho, que acolhe a mãe e o discípulo amado, da Mãe que, associada a Paixão, acolhe o discípulo como sinal de acolhimento de toda a Igreja e do discípulo que acolhe a Mãe para cuidar dela recebendo-a em sua casa. Você não está só na caminhada de cruz, nela você tem Jesus, a virgem Maria e os irmãos (sinal da comunidade).
Oração: Senhor Jesus ensina-nos a celebrar a alegria de ser Igreja. Como Igreja temos o senhor, a virgem Maria e os irmãos que nos ajudam a continuar firmes no caminho. Virgem Santíssima recebe-nos em seus braços de amor, acolhe-nos hoje também como vossos filhos e ensina-nos que encontrar-se aos pés da Cruz é para aqueles que estão dispostos a amar. Amém. Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16) Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

Conta grande: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3,16)

Contas pequenas: Jesus, na Alegria da Paixão, aliviai meu coração.

Oração Final: Salve Rainha